Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



O Nervo Ótico, Maria Gaínza

por FH, em 17.04.18

Livro elegante, solar e breve (165 páginas). Uma mulher ligada ao mundo da arte narra alguns episódios da sua vida, entrelaçando-os com  a descrição de encontros significativos com quadros expostos em museus. Não existe enredo e, que tivesse notado, só um personagem, a mãe da narradora, é comum a alguns dos capítulos. 

Com um humor apurado, a mulher ri-se, comedida, de si mesma enquanto criança, adolescente, jovem, grávida, mãe e ovelha-negra de uma família tradicional de Buenos Aires, em tempos muito abastada e agora decadente. E, enquanto o faz, fala-nos de pintores e arte resistindo, de um modo soberbo, vénia à escritora, a criar paralelos metafóricos entre a pintura de outros e as suas experiências. De facto, ela chega aos quadros, e os quadros chegam à sua vida, de um modo casual e a narrativa de ambos os momentos é singular, isto é, são histórias que valem por si, embora, e talvez esteja nesse aspeto o que mais me agradou no livro, sejamos levados a desconfiar de uma ligação secreta entre a arte explicada e a vida narrada, como se uma delas fosse desculpa para falar da outra, sem conseguirmos, no entanto, precisar exatamente porque o achamos, o que, em literatura, e no que diz respeito à apreciação do trabalho de escrita, se pode adjetivar de "triunfo".

Uma leitora deste livro deu-se ao trabalho de criar um vídeo dos capítulos com os artistas e quadros neles referidos. Como tanto numa obra tão breve? É fácil. Quer dizer, é difícil: escrever muito bem e ter um sentido de ritmo fabuloso.

 

 

 

    

    

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 14:08



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D